Unitel divulgou nomes de estudantes universitárias selecionadas para a 3ª edição do programa de bolsas de estudo.
03 Dec. 2021

Unitel divulgou nomes de estudantes universitárias selecionadas para a 3ª edição do programa de bolsas de estudo.

No âmbito da promoção da igualdade de géneros nas tecnologias de informação e comunicação em Angola, a Unitel divulgou os nomes das 51 estudantes universitárias seleccionadas para a 3ª edição do programa de bolsas de estudo “Mulheres para o Futuro” cujo processo de candidatura decorreu de 26 de Abril a 15 de Julho.

Durante o período de candidaturas, a empresa de telecomunicações informou que recebeu um total de 261 candidaturas, dentre as quais 96 foram submetidas à selecção e, finalmente, foram aprovadas 51 estudantes. Sendo assim, Luanda é a província com mais representantes, com 44, enquanto Benguela conta com 3, e por fim Namibe, Uíge, Huambo, Moxico, todas com uma candidata.

Sobre as selecções das apuradas, as candidaturas foram avaliadas por um comité de selecção constituído por Directores e Gestores de Empresa, baseando-se em vários critérios considerados como chave no desempenho das candidatas no ensino médio nas principais disciplinas técnicas, nomeadamente Matemática, Física e Química, sem esquecer a cotação de 14 valores como média final do ensino Médio e média do exame de admissão às universidades, idades compreendidas entre os 18 e 25 anos e frequência escolar na área da Electromecânica, Mecatrónica ou Electrónica e Ciências da Computação e das Engenharias Electrotécnica, Telecomunicações, Informática e Redes.

O Programa de bolsas de Estudo “Mulheres para o Futuro”, criado em 2018, tem como objectivo a promoção da igualdade do género nas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) em Angola, sem esquecer que é um programa que pretende premiar a excelência nacional e contribuir para o aperfeiçoamento das competências das mulheres angolanas no ramo das TIC. Sobre a bolsa disponibilizada pela UNITEL, a mesma oferece valores monetários para custear a matrícula, propina e bibliografia obrigatória e valor para gastos gerais até a conclusão dos estudos, desde que a bolseira mantenha uma média anual de 14 valores.

Por fim, a empresa de telecomunicações garante as candidatas, durante o período de vigência da Bolsa de Estudo, cada uma das estudantes terá um suporte de um mentor colaborador voluntário e experiente da área técnica da Unitel para orientação dos estudos e desenvolvimento de carreira.


Fonte: Menos Fios